Coitado do tempo, sentadão numa mesa, com um trilhão de problemas pra resolver.
Tati Bernardi  (via florirar)
O sonho é o olho da vida.
Mia Couto (via oxigenio-dapalavra)
É sempre assim. Morre-se. Não se compreende nada. Nunca se tem tempo de aprender. Envolvem-nos no jogo. Ensinam-nos as regras e à primeira falta matam-nos.
Ernest Hemingway em "O Velho e o Mar". (via oxigenio-dapalavra)